Ato organizado pela CUT-PI e demais centrais sindicais marcou o Dia Nacional em Defesa da Aposentadoria no Piauí. A manifestação teve início às 8h em frente ao prédio do INSS, no centro da capital, reuniu cerca de 2.000 mil pessoas e contou com o apoio de sindicatos, movimentos sociais, e estudantes.

As centrais sindicais e trabalhadores de vários setores foram as ruas para dizer que a reforma proposta por Bolsonaro é um desrespeito, que só prioriza o capital, e atinge principalmente as mulheres e aos mais pobres.

Acompanhados de faixas, cartazes, vestindo camisetas e mostrando a grande insatisfação com o presidente eleito, os trabalhadores e as trabalhadoras seguiram em caminhada pelas principais ruas do centro de Teresina, destacando em seus pronunciamentos que essa luta está apenas começando, que estão firmes na resistência, e que essa data é mais uma que se soma rumo a Greve Geral.

Paulo Bezerra, presidente da CUT-PI avalia os grandes desafios que os trabalhadores e as trabalhadoras terão que enfrentar, caso essa reforma da previdência venha a ser aprovada ” essa reforma só vem retirar direitos, não trará nada de beneficio para as mulheres, e para aqueles que já estavam por se aposentar, e agora estão vivendo essa ameaça de não conseguirem e ter que trabalhar ainda mais com a perspectiva de não aguentarem, é uma reforma que só traz danos, nós estamos nas ruas para mostrar o nosso repúdio a esse governo que não nos representa, a sociedade precisa se apropriar do que de fato representa essa proposta da reforma, e estamos dando o nosso recado, a luta em defesa dos direitos conquistados será árdua, e nós precisamos que a sociedade em geral também faça a sua parte, que saia da zona de conforto e venha se somar conosco nesse enfrentamento, pressionando os parlamentares que dão sustentação ao congresso nacional, e isso só é possível se todos se unirem, fortalecendo ainda mais a luta podemos reverter esse cenário”. Disse.

A PEC 006/2019 é uma das maiores ameaças ao direito da aposentadoria, ela tem um objetivo que é beneficiar apenas ao setor privado, nesse caso aos bancos.

O Dia Nacional em Defesa da Aposentadoria é um esquenta rumo a greve geral, se a reforma da previdência passar, o Brasil vai Parar!

O Piauí contou com o apoio da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), representada por Marta Vannelli, Secretária de Formação, que fortaleceu a luta e parabenizou aos trabalhadores, e as centrais pela unidade.

A manifestação teve algumas paradas especificas durante a caminhada, uma delas foi de frente a Lojas Pintos, Banco do Brasil, Correios, e encerrou no Palácio de Karnak.deração Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), representada por Marta Vannelli, Secretária de Formação, que fortaleceu a luta e parabenizou aos trabalhadores, e as centrais pela unidade.

 

 

 

Fonte: CUT Brasil

Artigos Relacionados
Leia mais em CUT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Mais de 170 cidades vão fazer atos contra reforma, por empregos e educação

Atos estão previstos nos 26 estados da federação e trabalhadores ocuparão as praças públic…