Uma oportunidade de ser reconhecido no meio profissional de acordo com a experiência adquirida ao longo da vida: essa é a proposta da Rede Estadual de Certificação Profissional do Piauí (Certific-PI). O novo programa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), vai dar oportunidade aos jovens, a partir de 18 anos, inseridos ou não no mercado de trabalho, que buscam reconhecimento das habilidades adquiridas em uma determinada área. Isso significa que quem exercia um cargo, sem um curso específico, com o Certific-PI vai poder ser reconhecido formalmente com um diploma em mãos.

O lançamento do programa será na próxima segunda-feira (14), às 19h, no Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) Prefeito João Mendes Olímpio de Melo, na Vila Operária, zona norte da capital Teresina, com a presença do Governador Wellington Dias, do secretário Hélder Jacobina, outras autoridades, além de trabalhadores e comunidade em geral.

Para o Governador Wellington Dias, o Certific é mais um investimento para qualificar mão de obra e estimular a geração de emprego e renda no Estado. “Sempre tive preocupação com trabalhadores autônomos, que já exercem uma profissão há muito tempo, sabem fazer o serviço e são bons de verdade, mas acabam não sendo contratados por empresas porque não fizeram um curso técnico e não têm um diploma ou um certificado. O Certific tem como proposta justamente acabar com isso. Vamos avaliar esse profissional e certificá-lo, para que a falta de diploma não seja mais uma barreira para ingressar no mercado de trabalho”, avaliou o governador.

Na primeira etapa do programa, de acordo com o edital de chamada pública, os interessados poderão se inscrever para a certificação nas seguintes áreas: Cabista de Sistema de Telecomunicações; Instalador e Reparador de Equipamentos de Transmissão em Telefonia; Instalador e Reparador de Linhas de Telecomunicação; Instalador e Reparador de Linhas e Sistemas de Telefonia e Instalador e Reparador de Redes, Cabos e Equipamentos Telefônicos.

“Esse esforço tem o objetivo de proporcionar aos trabalhadores a elevação da escolaridade, o reconhecimento e a certificação profissional de saberes adquiridos na prática. Para isso estamos buscando parcerias com instituições e entidades públicas, profissionais e setores da iniciativa privada”, enfatiza o secretário da Educação, Hélder Jacobina.

Outra novidade é que o programa será ampliado no próximo semestre, com a oferta de mais cursos como mestre de obras, eletricista e técnico em informática. Além de inseridos no mercado, os beneficiados com o programa também poderão concluir concomitantemente os estudos pela EJA (Educação de Jovens e Adultos).

“Nosso objetivo é formar; qualificar os nossos trabalhadores, que muitas vezes agem informalmente. Esse vai ser um processo coletivo, destinado a grupos identificados por área, de acordo com a demanda”, explica a diretora da Unidade Técnica e Profissional da Seduc, Adriana Moura.

As inscrições para o processo de Reconhecimento de Saberes Profissionais, uma espécie de triagem para saber em qual área o trabalhador vai receber o certificado, irão começar dia 15 de janeiro e se estenderão até o dia 25, presencialmente, na sede da Seduc, das 08h às 13h, na Avenida Pedro Freitas, no Centro Administrativo. Toda a documentação necessária você encontra neste link.

Após a inscrição, os candidatos terão suas habilidades avaliadas por etapas: entrevista com a equipe multidisciplinar e avaliação do desempenho profissional, para então serem encaminhados às respectivas áreas acompanhados por outros profissionais e, assim, no fim da etapa serem certificados.

 

Fonte: Ascom

Artigos Relacionados
Leia mais em SINTTELPI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

As redes sociais são grandes aliadas para se construir a hegemonia

Piauí realiza oficina de Mídias Digitais e discute a importância da comunicação para o enf…