Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Para combater os ataques do golpista e ilegítimo Michel Temer (MDB-SP) e parlamentares de sua base aliada contra os trabalhadores e as trabalhadoras de todo País, o Sindicato dos Urbanitários do Pará (Stiu-PA), iniciou nesta quinta-feira (20) uma campanha de sindicalização.

O Stiu, ligado a Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), é o primeiro  sindicato a colocar nas ruas a campanha da CUT, lançada durante as comemorações dos 35 anos da Central, em agosto, intitulada “Sindicato Forte: Resistir e Conquistar”.

Logotipo comemorativo 35 anos da CUT

De acordo com o secretário de Organização e Política Sindical da CUT, Ari Aloraldo do Nascimento, aumentar o número de filiados é fundamental para fortalecer os sindicatos, especialmente neste momento de crise econômica e democrática, de aumento do desemprego, e de aprovação de medidas que tiram direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, como a reforma Trabalhista e a ampliação da terceirização.

“É importante fortalecer o sindicato na base mostrando para o trabalhador que o sindicato é seu instrumento de luta e de defesa de seus direitos”, afirmou Ari, ressaltando que, muitas pessoas acham que os benefícios são dados pelos patrões porque são bonzinhos, e não é isso. “A defesa dos direitos é feita com muita luta e organização e, para isso, um sindicato forte é fundamental”.

E a luta não se limita a defender direitos, diz o secretário, lembrando muitas conquistas que só foram possíveis porque os sindicatos tiveram atuação sindical combativa, forte e atuante. Entre os avanços nas negociações coletivas Ari citou  reajustes salariais, ganhos reais, Participação dos Lucros e Resultados (PLR), estabilidade, melhorias na saúde e na segurança do trabalhador e inclusão.

Para o presidente da FNU e diretor do Stiu-PA , Pedro Blois, a campanha ganha importância no contexto atual, onde foram retirados direitos trabalhistas promovidos pelo governo ilegítimo de Temer e a clara tentativa de enfraquecer os sindicatos.

“Na atual conjuntura, em que o golpista, com o patrocínio da elite brasileira, ataca os sindicatos, é fundamental estarmos nas ruas e nos locais de trabalho com esta campanha para mostrar para o trabalhador e a trabalhadora a importância de se sindicalizar. Só com um sindicato forte poderemos impedir os retrocessos advindos do golpe desde 2016 e lutar por mais direitos para a classe trabalhadora”, afirmou Pedro.

A campanha

Os urbanitários no norte do país já podem contar com um conjunto de peças publicitárias para dar apoio ao trabalho de base no convencimento sobre a importância da sindicalização para a luta dos trabalhadores.

A identidade visual proposta para a campanha baseia-se na mascote “abelha”. Utilizada em uma memorável campanha de sindicalização da CUT na década de 80, o conceito da abelha é apropriado como símbolo de união, trabalho e organização, pela forma como defendem seu território. Além disso, também contempla o resgate das conquistas do movimento sindical.

A campanha deve valorizar o conceito de que a união torna a classe forte, destacando os resultados das principais conquistas do movimento sindical ao longo da história.

Campanha da CUT na FNU vai crescer

A campanha está estruturada em duas etapas: 1ª etapa: interna, imediata, com distribuição de kit de materiais personalizáveis online e físicos para as Estaduais e Ramos, divulgação nas atividades e mídia interna da CUT e parceiros. E uma segunda etapa voltada para o público externo, com ações públicas em eventos e atividades e veiculação em redes sociais.

“Primeiro a gente vai começar com os trabalhadores e trabalhadoras da base e deixar o sindicato mais forte. O próximo passo será trazer mais sindicatos para a CUT, a maior central do País e da América Latina. Como diz nossa marca: juntos somos mais fortes”, afirmou o presidente da FNU, Pedro Blois.

“A FNU orienta os sindicatos que a campanha de incentivo à sindicalização também abranja os funcionários terceirizados e lembre que todos os trabalhadores não sindicalizados podem ficar sem os benefícios conquistados em futuros acordos coletivos de trabalhos”, completou o presidente da FNU.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Artigos Relacionados
Leia mais em CUT

Veja também

Haddad assume compromisso com trabalhadores e afirma que vai devolver direitos

Presidenciável do PT fez a afirmação ao receber um documento do movimento sindical que ped…