Dizem as notícias externas na mídia que o novo presidente da Oi, Zeinal Bava, é um cara competente, bom administrador e com um histórico positivo como empreendedor em Portugal. Esperamos que a sua gestão seja bem melhor para os empregados do que foram as dos últimos presidentes da Oi. Ele vai precisar de muita competência para motivar a sua equipe para novamente acreditar, por exemplo, em que no próximo ano será paga uma PPR aos empregados.

Hoje, para os empregados da empresa, acreditar em PPR é tão ridículo como é para um adulto acreditar em coelhinho da Páscoa, Papai Noel e que, finalmente, as crises anuais da Oi vão terminar. É difícil acreditar que começará um período de prosperidade no qual a nossa empresa vai ser respeitada por suas atitudes com seus clientes internos e externos.

Falco e Valim não deixaram saudades, pois nos últimos dois anos só eles se deram bem, levando suas indenizações milionárias, enquanto tentavam convencer os empregados que suas PPRs de 2011 e 2012, foram ZERADAS – apesar de a Oi, no mesmo período, distribuir 5 bilhões de dividendos para seus acionistas.

É a hora do novo presidente Bava acabar com esta história mal contada, de seus antecessores, de PPR = ZERO; reavaliar os resultados do ano passado, pedir desculpas e corrigir esta injustiça; e pagar a PPR 2012, conforme os resultados atingidos.

A FITTEL busca agendar uma nova reunião nesta semana com a Oi no Rio de Janeiro, para tratar deste assunto. Não aceitamos este pagamento com perna de anão, de um abono. Tem que quitar uma PPR, que a Oi jura, de pé junto, que foi zero. Se isto é certo, porque a preocupação em quitar uma PPR, que foi igual a zero! Até porque, no ano passado foi igual.

DEPOIS, O PRÓXIMO PASSO DO PRESIDENTE TEM QUE SER A VOLTA DOS INVESTIMENTOS NA EMPRESA

Este ano, começou muito ruim – Tudo sinalizava que o período de prosperidade já tinha iniciado, na gestão anterior da Oi. Só que, com a queda do Valim, parece que com ele caiu uma cortina que escondia o verdadeiro cenário – MAIS UMA CRISE PROFUNDA!

Caiu Valim, sumiu a PPR dos empregados da Oi; foram cortadas obras de Engenharia que moviam a máquina das terceirizadas e com isso, demissões; atraso na manutenção dos telefones dos clientes; reação dos empregados com GREVE de até 22 dias dos trabalhadores na RM em alguns Estados.

Por isto, o próximo passo do novo presidente da Oi é fazer com que a empresa finalmente invista nesta rede, já bastante sucateada. Lembramos que, todo o ano, as antigas gestões da Oi ameaçavam investir, substituindo por novas redes de fibra ótica, para possibilitar uma banda larga de melhor qualidade. Por sinal, isto já faz parte do currículo deste novo presidente, em outras suas empreitadas no velho continente.

Boas-vindas presidente Zeinal Bava! Seria bom sinalizar estes novos tempos! Pois os velhos já são bem conhecidos e nos levaram à atual situação!

Artigos Relacionados
Leia mais em DESTAQUES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

MP da liberdade econômica traz impacto para a inovação tecnológica

A Medida Provisória 881, de 2019, da liberdade econômica, traz em seus artigos um con…