A Oi está de brincadeira. A empresa convocou os sindicatos para outra rodada de negociações, no dia 23 de novembro, mas não apresentou nada de novo. Perdemos tempo e a paciência em uma reunião que não valeu nada. Os trabalhadores estão indignados com a falta de respeito da empresa e com sua tentativa de nos vencer pelo cansaço. Isso que a Oi está nos apresentando é uma proposta péssima, que pune e desvaloriza os trabalhadores.
De fato, a Fittel e os sindicatos consideraram que não houve nenhuma evolução com relação à proposta apresentada pela empresa anteriormente. A Oi continua insistindo em nos impor perdas, com o reajuste salarial somente em janeiro de 2013 e discriminando os companheiros com maiores remunerações.
Com relação à Paggo, além do ganho real zero, a Oi insiste em fazer um acordo em separado com esses trabalhadores, intenção que consideramos desrespeitosa e demeritória para as companheiras e os companheiros das lojas. Sem falar que a empresa fechou questão na sua proposta para a Paggo. É isso e ponto final, afirmou a Oi.
Reafirmamos nossa disposição de obter um reajuste com ganho real para todos os trabalhadores da Oi, a ser pago na data-base, em 1º de novembro. Da mesma forma, insistimos em um acordo unificado, o alinhamento de benefícios e reajuste com ganho real para os trabalhadores da Paggo. Qualquer proposta diferente disso será considerada pífia e mesquinha pela categoria.
Uma nova reunião foi marcada para o dia 29 de novembro. Esperamos que a empresa tenha um pouco mais de compostura e seriedade. Em todo caso, já avisamos a Oi que os trabalhadores não participarão de mais nenhuma reunião, se a empresa não melhorar sua proposta.
Caso a Oi continue com suas mesquinharias, os trabalhadores serão obrigados a procurar um caminho diferente. Se a Oi não quer um acordo, vamos ter que tomar outras providência

Artigos Relacionados
Leia mais em DESTAQUES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Governo pretende digitalizar mil serviços até o ano que vem

O governo federal pretende digitalizar mil serviços até o fim do ano que vem. Caso a meta …