A operadora móvel TIM informou, em nota, que o relatório das duas auditorias técnicas contratadas por ela mostraram que não há indícios de que a empresa tenha derrubado propositalmente as ligações de clientes.

De acordo com a operadora, que alega já ter apresentado as análises à Anatel, as conclusões dos auditores independentes confirmam as alegações da companhia, “negando qualquer prática de ilícito ou qualquer manobra que ferisse a transparência no relacionamento com seus clientes”.

As análises foram feitas pela Ericsson e pela PricewaterhouseCoopers. Pela metodologia da Ericsson quanto ao cálculo da taxa de queda de chamada do dia 8 de março de 2012, o resultado alcançado foi de 2,09%. Ou seja, “em linha com o resultado de 2,04% gerado internamente pela TIM e confirmado pela PricewaterhouseCoopers por meio de um relatório de Procedimentos Previamente Acordados – PPA”.

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a TIM destaca parte do relatório da Ericsson, no qual a empresa afirma que “segundo as avaliações, escopo deste trabalho, a Ericsson pode seguramente afirmar que não existem evidências levantadas nas Centrais Telefônicas e Solução de Rede Inteligente Ericsson que indiquem formas propositais ou intencionais de promover desconexões na rede SMP da TIM”. Além disso, acrescenta que não há qualquer evidência de que tal taxa seja da ordem de 24%.

As auditorias foram contratadas em resposta a um relatório técnico produzido pela Anatel durante o processo de apuração de irregularidas que afirmava que a TIM derrubava as ligações do plano Infinity propositalmente. Na ocasião, a operadora já havia afirmados que a análise da Anatel tinha erros e graves equívocos metodológicos.

Artigos Relacionados
Leia mais em Todas as Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja também

Trabalhadores na Rede Conecta paralisam atividades em Teresina

Na manhã desta quarta-feira (17) os trabalhadores na empresa Rede Conecta, terceirizada da…